24/03/2008

Estocolmo - Dia 2!

Postado por Loma às 24.3.08


Segundo dia em Estocolmo!!! 
Madruguei...às 7h15 eu estava de pé, pois se quisesse tomar café da manhã tinha que ir até às 8!!! Então comi td o que eu podia e o que não podia...ahuahua pq comida de hotel é mto booa! hahah Antes das 9 eu já estava nas ruas zanzando...e congelando!!! 


Fez um frio do caramba... acho que a máxima foi -5 os dias que estive lá!!! Nas fotos eu tô quase encolhida de tanto frio! ahahah Bom, decidi que iria explorar mais a Old Town, foi o que fiz!!! Acho que a melhor parte de Estocolmo!! 

Depois parti pra Djurgården (todos esses nomes que eu digo são ilhas, pois Estocolmo é composta por 14 ilhas, todas interligadas por pontes), fui no museu nórdico. Bem legal, tinham umas máscaras de morte. Qdo a pessoa morria eles faziam máscara de gesso...uuiiii, creepyyy!!! Tinham uns reis lá... ahahhaha bizarro!!!! 

Após, fui no museu do Vasa, que era um navio de guerra que afundou 20 minutos depois de deixar o porto pela primeira vez... e o navio tá lá, inteirinho! É impressionante...é imeeenso!!! E ainda tem a ossada do povo encontrado no navio...ahhaha creppy [2]! 

Então, eu continuei a longa caminhada até um parque ecológico, Skansen! Bem legal, mas cheira cocô lá...ahahha tb, o q eu queria com aquele monte de bicho, né???? Vi uns que certamente não veria no Brasil, tipo urso, bode...hauahuah tinha lobo tb, mas devia tá dormindo pq não vi sinal de vida!!! 

Bem, depois de ter saído às 8 e tantas e estar caminhando até às 16h, eu estava exaaaaauuussstttaaaa!!!!! Fiz todo o caminho de volta... parei pra comer algo, e qdo fui levantar vi que não conseguia mais andar...ahahhaha doía tuuuddooo!!! Mas fui forte, já tava chegando no hotel...ahauhua Cheguei, tomei banho, liguei o pc... mas um pouco depois eu tava dormindo com ele na cama...deixei o mozinhu falando sozinho, tadinho!! ahahah Sei que dormi das 19 até às 7 do outro dia!!! ahahhahaa tava mortinha mesmo!!!

0 comentários:

 

Lomadventures... Copyright © 2012 Design by Antonia Sundrani Vinte e poucos