04/12/2013

Buenos Aires: Transfer do Aeroporto Ezeiza e Câmbio

Postado por Loma às 4.12.13
Essas foram as duas coisas que mais me causaram dúvidas. Meu voo estava previsto pra chegar às 22h05 em BA. Como ir para o albergue? Que dinheiro levar? Real, dólar? Tive que ler muito e vou compartilhar com vocês minha experiência.

O mais recomendado é pegar um táxi do aeroporto. Note que não se trata de qualquer táxi, mas sim o táxi oficial, o Taxi Ezeiza, que tem preço tabelado (por volta de 100 reais) e, assim, você não corre o risco de ser enganado. Como eu estava com outra pessoa, já valia mais a pena do que o serviço de transfer Tienda León (80 pesos) que te deixa em Puerto Madero e cobra uma taxa a mais para hotéis fora do centro. Como ficaria hospedada em Palermo, ponto a mais para o táxi.

Também havia lido (aqui) sobre os serviços de transfer particular do Alejandro, um guia que fala português, inclusive. Na época descartei por achar mais fácil e seguro pegar o táxi ezeiza mesmo. Porém, uma semana antes da viagem ainda estava doidinha com relação ao câmbio. O que era certo é que a pior cotação possível era aquela do aeroporto, mas também não havia saída. O dinheiro para as primeiras despesas deveria ser trocado ali a uma taxa bem inferior às praticadas no câmbio paralelo. Foi aí que o Alejandro voltou a chamar minha atenção: além de tudo, ele faz câmbio paralelo!!!! Havia lido que a taxa que ele fazia era sempre inferior a algumas casas de câmbio paralelo da Florida, mas com certeza seria bem melhor do que o câmbio do aeroporto.

Mandei e-mail um pouco apreensiva pois era apenas uma semana antes. Recebi uma resposta que parecia automática, pois alguns dados que pedia já havia mandado (como horário do voo). Aguardei, mas como não recebi mais nenhum e-mail, mandei outro repetindo os dados solicitados e então veio a resposta de que estava tudo confirmado. Inclusive, logo de cara ele mencionou que o preço do transfer de Ezeiza até o centro era de R$75,00. Achei que ele não havia lido que ficaria hospedada em Palermo, e que devia ter uma taxa extra por não ser no centro. Mas me enganei, esse era o preço mesmo. Ou seja, vale muito a pena!!!

Um dia antes mandei outro e-mail solicitando câmbio de R$900,00 (para o casal). Nosso raciocínio foi o seguinte: a troca com o Alejandro deveria ser da quantia necessária para pagarmos o albergue e passarmos o domingo. Na segunda iríamos direto para a casa de câmbio da Florida (Rua Florida 142 – Galeria Boston / Loja 36)  recomendada aqui como sendo um lugar confiável e com boas taxas. Essa estratégia deu super certo!!! O câmbio do Alejandro foi 8,50. Como previsto, na Florida conseguimos a 8,70 da primeira vez, e 8,90 da segunda vez! Por isso, o melhor é trocar aos poucos. Não levei dólares, achei que não valia a pena trocar real pra dólar pra trocar pra peso. Sempre se perde nessas conversões todas...

Chegando o grande dia, notamos que nosso voo ia atrasar. Mandei mensagem no whatsapp do Alejandro informando que achava que ia atrasar uma meia hora (muito embora os atendentes da Turkish fingiam que não estava acontecendo nada e que não havia atraso). Não recebi resposta, então a dúvida foi grande... Acabamos chegando uns 40 minutos depois do previsto. Estava tão preocupada que nem passei pelo dutyfree e fui direto à Farmacity, nosso ponto de encontro. E o que eu temia aconteceu: ele não estava. Havia mais um casal esperando ali também... até cheguei a sair do aeroporto mas nada. Bem, na pior das hipóteses teria que fazer câmbio ali mesmo e pegar o táxi ezeiza...mas fico extremamente nervosa quando as coisas saem do plano!!!! Já fiquei pensando que ele tinha ficado plantado lá um tempão e havia ido embora. Foi quando vi um cara passar com Nextel e parar em frente à Farmacity. Pensei: só pode ser. E era!! Não era o Alejandro, mas uma pessoa que trabalha para ele: o Leonardo. Ele tinha nossos nomes, pra onde íamos e quanto trocaríamos. Ufa!!!! Havia mais dois casais no nosso voo que iam com ele e havia um carro pra cada! O Leonardo perguntou se poderíamos combinar um horário para fazer câmbio no dia seguinte, mas disse que precisava do dinheiro pra pagar o albergue e não teve problema. Nosso motorista era bem simpático e deu muitas dicas, ensinou, inclusive, como verificar se uma nota é falsa.

Um amigo que nos encontrou lá um dia depois também combinou com o Alejandro e o voo da Turkish tb atrasou. Eu disse pra ele ficar calmo e não sair da Farmacity que ia dar certo. E deu! Ele também fez câmbio e o encaixou em um carro com mais duas brasileiras, por isso ele pagou menos.

Por isso, super recomendo os serviços do Alejandro e sua equipe. E, pelo menos para mim, a estratégia utilizada para o câmbio deu certo e faria de novo!!!
 

2 comentários:

Ricardo Livino on 8 de maio de 2014 18:10 disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Ricardo Livino on 8 de maio de 2014 18:10 disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
 

Lomadventures... Copyright © 2012 Design by Antonia Sundrani Vinte e poucos