17/04/2016

Santiago: Câmbio - Qual moeda levar?

Postado por Loma às 17.4.16
Com relação à América do Sul, não vale a pena trocar dinheiro no Brasil. Alguns falam em levar dólar e trocar lá, mas a não ser que você já tenha esses dólares, não vejo vantagem em trocar real pra dólar, pra trocar por qualquer outra moeda.

O que fiz em Santiago: Gastos iniciais com cartão de crédito. Todo mundo sabe que o pior câmbio que você vai encontrar é o do aeroporto. Então, não caia nessa. Ou você troca uma quantidade mínima pra conseguir sobreviver até encontrar uma casa de câmbio no centro, ou você usa o cartão o crédito. Para não chegar na cidade sem nenhum pesinho no bolso, troquei R$300,00 no aeroporto no câmbio de 170 pesos/real (abril/2015), mas guardei para casos em que não poderia usar o cartão. Paguei o táxi para o hotel e o próprio hotel com cartão.

Lá no centro, a rua das casas de câmbio é a Agustinas, atrás do Palacio de la Moneda. O lance é andar a rua toda (é pequena) e ir olhando as cotações. Tem bastante variação de preço. Dentre as que tinham o valor mais barato, optei pela que ficava no número 1056. Troquei R$1.000,00 a 185 pesos cada,  o que totalizou 185.000 pesos (em abril/2015). Esse valor foi para 2 pessoas para 3 dias inteiros em Santiago + gastos com cartão de crédito para despesas maiores.

Antes de ir embora voltei a essa mesma casa de câmbio (pois continuava sendo uma das mais baratas) e troquei R$3000 a 187 pesos cada, totalizando 561.000 pesos para levar para o Deserto do Atacama, pois lá o câmbio é pior do que em Santiago. Então, caso você vá para lá, recomendo trocar dinheiro em Santiago antes de seguir viagem.

Note que com R$1,00 no aeroporto eu consegui 170 pesos e na Agustinas 185/187.




0 comentários:

 

Lomadventures... Copyright © 2012 Design by Antonia Sundrani Vinte e poucos