14/05/2016

Roteiro de Passeios No Deserto do Atacama

Postado por Loma às 14.5.16
Uma das perguntas que sempre aparecem quando pensamos em visitar algum lugar é: quantos dias devo ficar?? Muitas coisas devem ser levadas em consideração aqui. Quais passeios você tem interesse em fazer? Creio que o "básico" possa ser feito em 5 a 6 dias. Como queria aproveitar tudo, separei 6 dias inteiros para os passeios mais o dia de chegada e o de partida, totalizando 8 noites no deserto. Veja que isso vai ter um peso fundamental no seu budget, por conta do hotel (falei sobre ele aqui) e dos preços dos passeios em si.

Sendo assim, cheguei em uma quarta-feira de tarde e aproveitei esse tempinho para andar um pouco pelas ruas de San Pedro e pesquisar as agências (falei sobre isso aqui).

Pois bem, no dia seguinte de manhã fui fechar os passeios. A agência escolhida foi a Maxim. Foram 6 dias e 8 passeios. Éramos em dois e sobre o valor total foi dado 12% de desconto, o que totalizou 343.200 pesos (abril/2015). O roteiro sugerido deixa os passeios em que a altitude é maior para o fim, para que a gente se acostume.

Sobre a Maxim 

Todos os passeios foram feitos em vans, com cinto de segurança disponível (ok, uma ou outra vez não consegui colocar). Todos os guias foram simpáticos e prestativos. As refeições oferecidas foram honestas, não daria para esperar um banquete. Umas 2 ou 3 vezes fomos alocados para outras agências. Não tenho reclamação a esse respeito, acredito que o serviço prestado por elas estava no mesmo nível da Maxim. Enfim, curti todos os passeios realizados com a empresa e posso recomendar os serviços! Não vi ninguém passando mal para atestar como seria o tratamento nesses casos.

Dicas Práticas - O que levar na mochila para os passeios

Sabe aquilo que os paulistanos conhecem bem de se vestir que nem cebola, em camadas? É isto que você vai ter que fazer. Nos passeios que começam de manhã estará frio. E quanto maior a altitude, mais frio, por mais que o sol esteja brilhando. Quando volta do passeio, já em altitudes normais, estará muito calor. De noite, frio de novo. Por isso, nunca saia sem o seu casaco, luvas, toucas e cachecol, ok? É sempre bom usar uma camiseta curta por baixo para quando esquentar e você não passar mal por causa de tantas roupas!! Era o que eu fazia, ia tirando as calças e blusas.

Outros itens essenciais são: óculos de sol (você vai ficar muito tempo embaixo do sol, que reflete naquele deserto todo), protetor solar sempre e sempre!!! Passe antes de sair e durante. Não dê bobeira com o sol, não é brincadeira. Chapéu ou boné (se você for de chapéu ou boné, eu não sou...kkk). Sapatos confortáveis, please. Vamos falar a real: tênis. Você não vai usar nada mais do que tênis aqui. Nem nas ruas de San Pedro, pois elas são de terra. Talvez à noite, para ir jantar, você possa usar outra coisa.

Last, but not least, ÁGUA. Pensa em um lugar caro. Agora pensa em um mais caro ainda. Conseguiu? Então já tem uma ideia do que é San Pedro. Então, veja bem, comprar garrafinha de água não vai te ajudar...rs Comprávamos 2 galões de 5kg cada, que saía mais barato. Levávamos pelo menos um galão para a van e ao longo do dia enchíamos nossas garrafinhas conforme elas iam esvaziando. É extremamente importante se manter hidratado no deserto para não passar mal nos passeios de alta altitude.

Por fim, máquina fotográfica, claro, e o gel hidratante de nariz (falei sobre ele aqui) e roupa de banho, caso você vá mergulhar.

Dia 1 - Trekking Guatin + Termas de Puritama

Esse passeio é feito em uma trilha de cactos. Nunca vi tantos juntos assim, e um maior do que o outro. Foi uma surpresa, pois eu achava que não haveria vegetação alguma lá, mas tinha sim. A vegetação do deserto é de imensa beleza. Acredito que a trilha seja de dificuldade média. Chega uma hora que você tem que escalar umas pedras mesmo. Havia uns senhores conosco que decidiram não continuar a trilha e acabaram voltando. A trilha termina em um riacho, e achei que foi uma ótima maneira de ter o primeiro contato com o deserto!



Voltando da trilha seguimos para as Termas de Puritama. São sete (ou oito? não lembro rs) piscinas de águas termais. Recomenda-se não ficar logo na primeira, mas sim ir até a última, porque as pessoas vão parando nas outras e não chegam até lá. Bem, fui no fim do dia e não tive nenhuma piscina com exclusividade. Estava bem cheio. Mas nada que prejudicasse o divertimento. Por falarem em águas termais, esperava uma temperatura mais quente. Ao sair da piscina, já estava frio. Lá tem banheiros e vestiários, então você pode se trocar tranquilamente. Enfim, foi legal, mas esperava mais.


Informações Importantes

- Estará muito calor no trekking, mas sugiro ir de calça, pois o matinho na perna pode incomodar um pouco.
- Levar roupa de banho, toalhas e chinelo para as termas
- Levar roupa de frio, pois ao sair das termas (molhado) estará ventando e o sol já vai ter ido embora. Estará frio e você vai ter que ficar esperando juntar toda a galera para ir embora.
- O valor de entrada nas Termas é de 15.000 pesos (Muito Caroooo!!!! Depois do passeio dos geysers, contado abaixo, bateu até um arrependimento rs).
- Esse passeio teve início às 14h e terminou por volta das 17h e todos deveriam ir até a Maxim.

Dia 2 - Lagunas Altiplânicas + Piedras Rojas + Salar de Atacama

Esse passeio dura o dia todo e o guia nos pegou às 7 no hotel mesmo. Primeira parada: Lagunas Altiplânicas. Lá, o guia montou a mesa do café da manhã e, como estava frio, pudemos apreciar um chá de coca quentinho!!!

Após o café, cada um vai seguindo seu ritmo pela trilha. Esse foi um dos lugares mais lindos que já vi na vida.


A primeira lagoa é a Miscanti. Após uma pequena caminhada você chega na Lagoa Miñiques.



Depois desse cenário de tirar o fôlego, seguimos viagem para Piedras Rojas. Não são todas as agências que fazem esse passeio, mas eu recomendo. A paisagem é linda!


O lugar tem esse nome por conta da cor das pedras (pedras vermelhas). Estava ventando DEMAIS nesse lugar. Aquele que corta a alma. Estávamos a 4.200m de altitude.


Voltamos para a van e seguimos viagem para o povoado de Socaire, onde iríamos almoçar. Paramos em um restaurante local bem simples, mas honesto. Já nem lembro mais o que comi, mas foi alguma coisa com quinoa...rs

A útlima parada foi no Salar de Atacama. Já em altitudes normais, o sol e o calor estavam demais. Muito protetor solar nessa hora e tirar as camadas de roupa... A vista do deserto de sal impressiona.


É sal que não acaba mais. E ainda tem os flamingos super fofos.


E, por fim, o guia nos levou a uma padaria onde pude provar a famosa torta tres leches.


Posso dizer que esse foi meu dia preferido de passeios!!

Informações Importantes

- Este é um passeio que dura o dia todo e, por se iniciar de manhã e ir a lugares de altas altitudes, requer roupas de frio. Mas, como eu disse, você vai passar momentos de frio e de calor. Coloque roupas leves por baixo para você conseguir tirar as outras.
- A agência pega todo mundo no hotel.
- Valor de entrada: Lagunas Altiplanicas: 2.500 pesos / Salar de Atacama: 2.500 pesos

Dia 3 - Valle de La Luna

Como o passeio do dia anterior levou o dia todo, ficamos com a manhã do dia 3 livre e às 15h fomos até a Maxim para o próximo passeio. A atendente nos levou até uma outra agência, que agora nem lembro o nome, e fomos com eles. O local é chamado de "Vale da Lua" por sua aparência se assemelhar à da lua.


O ápice do passeio é o pôr do sol no Vale da Morte. Nessa hora todo mundo se junta no local para apreciar o show da natureza.

Vale da Morte
 

Informações Importantes

- Esse passeio é super tranquilo!! De tarde, enquanto o sol estiver brilhando, estará muito quente. Ir com roupas leves, mas não esquecer o casaco pois quando o sol se vai começa a esfriar.
- Levar na mochila: protetor solar, protetor labial, óculos de sol, água, hidratante nasal, máquina fotográfica, chapéu/boné
- Valor de entrada: 3.000 pesos

Dia 4 - Geisers del Tatio

A agência marcou de passar no hotel às 5 da manhã para esse passeio. Como estávamos bem no centro, fomos quase os últimos. Nessa hora dá um super medo, pois há diversas histórias de gente que fica esperando e o guia "esquece" de ir buscar. Enfim, deu um medinho porque demorou um bocado e tava muito, muito, muito frio. Tudo mega escuro, só a gente na rua (na porta do hotel) e pareceu uma espera interminável....kkk

O caminho é cheio de curvas e conforme avança vai subindo a altitude: chegamos a 4.320m de altitude. O maridon passou um pouco mal, mas foi só um mal estar mesmo, nada mais grave. Chegamos lá no local ainda estava escuro e a temperatura estava por volta de -10. Logo o guia arrumou a mesa do café e me joguei no chá de coca mega quentinho.


Só que o efeito do chá quentinho não durou nada. Logo já estava muito muito frio de novo. E eu estava com o raio das 3 camadas, duas luvas, duas meias (uma térmica), touca, capuz do casaco, enfim, tudo como manda o figurino.

Depois do café o guia nos librou para ir explorar o local. Logo começou a amanhecer, mas o sol ainda ia demorar a aparecer.


O esquema é procurar uma pedra quentinha e sentar nela para se aquecer!


Só precisa tomar cuidado com os vapores, pois eles saem a uma temperatura de 85 graus!!!!

Quando sai o sol é que o espetáculo começa e as colunas de vapor chegam a 10m de altura!!!


É um espetáculo inesquecível. Muito legal mesmo. Você deve levar roupa de banho para ir nas piscinas termais, se tiver coragem rs. 

Nosso guia logo de cara disse para não entrarmos, pois ele ia nos levar um local secreto. Rs E assim foi. Seguimos para um local ali perto, mas aonde a piscina termal era só nossa. E essa sim valeu a pena!!! Muito quentinha, uma delícia!! Ponto para a Maxim!!!!


Na volta, passamos pelo povoado de Machuca e tivemos um encontro muito aguardado: lhamas!!!


Informações Importantes

- Como disse ali em cima, leve todas as roupas de frio que você tiver...rs. E depois, na hora de ir embora, você vai tirar tudo porque esquenta bastante. Não esqueça da roupa de banho, caso queira entrar na piscina termal, e todos os outros itens essenciais: protetor, óculos, chapéu, etc.
- Agência busca no hotel. A tarde é livre.
- Valor de entrada: 5.000 pesos

Dia 5 - Vale do Arco-íris e Petróglifos/Laguna Cejar

O vale do arco-íris é assim chamado devido às múltiplas cores das suas pedras e é realmente impressionante. E tem cada lugar entre as rochas, que até lembrou aquele filme 127 horas! Rs


Lembro que vi o solzinho e não fui muito agasalhada e passei frio. Venta muito. não se deixe enganar pelo sol Rs


Depois, seguimos viagem para Petróglifos, que fica em uma zona arqueológica. É um local onde há desenhos feitos em pedras pelos indígenas.


Às 15h estava marcado o passeio para a Laguna Cejar. Chegando lá o sol estava bem forte, e já fomos correndo para o vestiário nos trocar. As duas lagoas são maiores do que eu imaginava... Entrei e a sensação de não afundar é realmente esquisita. É uma experiência que vocês tem que ter!! Só que a água estava congelante!!!! E não pode molhar o rostou ou o cabelo, porque a concentração de sal ali é altíssima. Inclusive, você sai de lá super temperada. Depois seguimos para os ojos del salar, e nem quero lembrar mais pois esqueci a bateria da câmera e ela me deixou na mão na parte mais bonita do passeio, que é a Laguna Tebinquiche. Rs


Ficamos lá para ver o por do sol na Laguna (choro por dentro) e depois teve snacks e pisco sour. Se me lembro bem também fui com outra agência nesse passeio, não com a Maxim.

Informações Importantes
Arco-Íris: Faz frio, vá agasalhado!!
Levar na mochila: Tudo aquilo que já falei antes...Rs
Valor de Entrada: 2.000 pesos
Cejar: Levar roupa de banho, toalha e chinelo. Não esquecer o casaco pois no final da tarde esfria. E todos os outros itens essenciais!
Valor de Entrada: 15.000 pesos (oi?? Sim, o valor aumentou nos últimos anos. É caro? Sim, muito! Mas acho que é uma experiência única e que vale a pena. Viagem não é lugar para economizar...rs)

Dia 6 - Salar de Tara

Mais um passeio que dura o dia todo e está a 4.500m de altitude, por isso ele normalmente fica para o final. O passeio começa às 8h. Paramos inicialmente no Salar de Aguas Calientes para tomar café da manhã.


Depois fomos à Reserva Nacional Los Flamencos, onde fica o Salar. Ali pudemos explorar livremente as formações rochosas e a bela paisagem.


O almoço é feito ali no meio do deserto mesmo. Foi servido empanada. A paisagem é belíssima, adorei o passeio e acho que vale muito a pena! Como eu disse lá em cima, queria aproveitar tudo!!

Eis o salar de tara ao fundo
Vista panorâmica do Salar de Tara e ao fundo o paredão chamado de "Catedrais de Tara"
Já no caminho de volta, paramos em uma lagoa lindíssima para tirar fotos.


Também rolou parada para tirar foto do vulcão Licancabur, ao lado de Lascar que perdeu seu cume em uma explosão de lava!


Informações Importantes:
- Faz frio nesse passeio, venta muito. Não se engane pelo sol.
- Levar todos os itens essenciais já mencionados.
- Valor de Entrada: 5.000 pesos

Outros Passeios

Tour astronômico

Havia reservado o tour astronômico com a empresa Spaceobs (a mais recomendada, segundo a pesquisa que fiz). Você deve mandar um email informando o período que estará em San Pedro e eles agendam uma data de acordo com a disponibilidade e o tempo. É interessante fazer uma pesquisa antes de definir a data em que estará no deserto, pois se for em um período de lua cheia, não conseguirá fazer esse tour. No dia agendado, passei na agência de manhã e paguei o valor de 35 dólares por pessoa (abril/2015). Às 20h, deveria estar na agência para irmos até o local onde iríamos apreciar as estrelas. Chegando lá, disseram que o tempo havia mudadoe não seria possível fazer o tour, pois estava muito nublado. Devolveram o valor pago e voltamos para o hotel mega decepcionados, pois não haveria tempo hábil para agendar outro tour. Então, se for fazer esse tour, saiba há a possibilidade de não rolar...Apesar de que eu fiquei sabendo que outras empresas fizeram o tour nesse dia. Então, vai saber...

Subida em um Vulcão
Eu queria muuito muito subir um vulcão. Estava disposta a fazê-lo. Porém, quando vi o preço total dos passeios e o preço do vulcão, não rolou. Acontece que a maioria das pessoas não faz o trekking e o vale do arco-íris, então eu estava com o valor errado em mente. Muita gente deixa o Salar de Tara de fora também... Para subir no vulcão Lascar, por exemplo, a Maxim cobrava 90.000 pesos e a Ayllu 120.000 pesos (abril/2015). Fora que precisaria de sapato especial, e eu não tinha. E no fim, nem sobrou dia para fazer isso mesmo. Um dia volto só pra fazer isso!!

E assim terminou essa viagem maravilhosa e inesquecível. Recomendo a todos!!! São paisagens únicas que você não verá em outro lugar.



0 comentários:

 

Lomadventures... Copyright © 2012 Design by Antonia Sundrani Vinte e poucos